A casa que se transforma em galeria, com Maria Fernnanda Piti

A arquiteta Maria Fernnanda Piti tem mais de 15 anos de experiência, atuando no Brasil e no exterior, com projetos residenciais e também comerciais. Sua marca principal é a originalidade, pois não se acomoda ao uso de modismos, adotando em seus projetos soluções atemporais, com elegância, conforto e equilíbrio.

O sofisticado está sempre aliado à funcionalidade, o que ela define como “funcional-chic”, pois a praticidade dita as normas e os móveis sob medida solucionam e otimizam espaços. Tudo fica à mão e cada peça tem seu lugar, proporcionando em seus projetos espaços de beleza, facilidade e bem-estar.

A arquiteta Maria Fernnanda Piti 

Não há como duvidar que o grande destaque do apartamento de 100m², residência da arquiteta Maria Fernnanda Piti, é o uso dos quadros.  Não por acaso, as paredes foram pintadas de branco e os móveis mantêm os tons mais neutros, para que o grande trunfo do décor seja as mais de 20 peças que tomam conta do ambiente.  

                A arquiteta explica que o projeto foi sendo construído ao longo dos anos, pois cada peça chegou em um momento diferente, todas repletas de valor emocional, muito além do  financeiro.   Entre as obras, a fotografia feita em Machu Picchu pelo esposo de Maria Fernnanda, em seu aniversário de 40 anos e impressa em metacrilato ganha destaque, junto ao quadro pintado pela melhor amiga e o alvo, acertado pela própria moradora em um clube de tiro.  


São tantos os temas e curiosidades que, para os que a visitam pela primeira vez, a sala se transforma em galeria a ser contemplada.  O prato multicolorido de Gustavo Rosa desperta o olhar, ao lado do quadro 3D em papel feito pela arquiteta: de repente, os Beatles do álbum “Help” ganham vida , pois fixados de tal forma que ficam em pé e soltos ao fundo do quadro.



Uma invenção que a Moldura Minuto executou perfeitamente.  Aliás, cada obra é um momento bom a ser lembrado e a Moldura Minuto está presente em praticamente todas elas”, diz Maria Fernnanda.

Entre as outras diversas obras em destaque, a gravura de Hércules Barsotti, as gravuras e a tela de Thetis Selinghardi e o prato de Calu Fontes seguem se misturando às imagens de São Paulo e outras fotografias de valor para o casal, em uma espécie de caleidoscópio, onde as imagens se transformam em poesia dando vida própria as paredes do apartamento.   

                A foto em tamanho real da modelo Gisele Bündchen foi um presente de um dos maiores colecionados de arte do Brasil e, após ser emoldurada, também ganhou lugar especial. Recentemente, foi a Sant´Ana, trazida de Tiradentes por Maria Fernnanda, que passou a ocupar um espaço em meio a tantas obras. 

Ao que tudo indica, a arquiteta seguirá transformando as boas lembranças, momentos e épocas da vida em matéria física, porque de tão importantes eles merecem estar também perto dos olhos. Inspire-se!  




Loading...

Carregando...