Transformando memórias em decoração, com Somnia Carvalho

Fotos: Acervo Pessoal Somnia Carvalho 

Somnia Carvalho é doutora em Estética pela Universidade de São Paulo, bacharel em Filosofia pela Universidade de Campinas e mestra em Sociologia da Cultura também pela UNICAMP. Atualmente, é franqueada da Moldura Minuto (unidade Galeria Paulista) e docente do currículo internacional IB do colégio Pueri Domum, onde leciona, entre outras disciplinas, Fine Arts, Filosofia e Teoria do Conhecimento. Além disso, é professora também no Projeto Social Associação Crescer Sempre.

Nas artes, iniciou formalmente sua carreira em 2002, quando frequentou cursos de desenho e pintura com professores particulares, no Museu de Arte Moderna de São Paulo e também na Folkuniversitetet, em Malmö, na Suécia. Estudou cerâmica, pintura em madeira e papel machê, mas se dedica, sobretudo, à pintura em acrílico e aquarela com uso de diversos materiais como colagem, impressão e fotografia.  Nesses mais de 15 anos, participou de diversas exposições e segue tendo a arte como norte em todas as vertentes de sua carreira.

Como franqueada da Moldura Minuto, acredita poder pôr em prática um pouco de tudo que fez e aprendeu até hoje e levar aos seus clientes um pouco da paixão que nutre pela arte. 

A empresária e artista Somnia Carvalho 

          Com a chegada dos smartphones nunca ficou tão fácil tirar fotos. Fotografamos de tudo, desde momentos de viagens a cardápios especiais. No entanto, esta facilidade quantitativa de imagens guardadas nos aparelhos ou em nuvens, nos faz, muitas vezes, esquecermos de revelar as fotografias, que vão ficando esquecidas e sendo substituídas por outras diariamente.

No projeto desenvolvido por Somnia, para o apartamento de um casal com filhos, a ideia foi justamente resgatar fotografias que remetem a memórias afetivas e transformá-las em decoração. 

Em um dos ambientes deste projeto, aquelas fotos especiais tiradas dos filhos do casal e que ficavam apenas no celular viraram uma delicada e personalizada composição. As fotografias foram impressas em papel matte board e emolduradas com moldura laqueada branca.  


Já na suíte do casal, as fotografias escolhidas contam histórias. Todas elas remetem a viagens, encontros e aprendizados acumulados ao longo da vida. As fotos das paisagens que compõe a composição do lado esquerdo da cama são de um amigo do casal e como estavam no celular, passaram por edição para que pudessem ser impressas em alta qualidade e então, emolduradas com moldura de madeira caixa. 





“Sinto que a impressão de fotografias vem para tentar revalorizar os momentos importantes da vida que ficam esquecidos no celular. Embora nós fizéssemos isso nas décadas anteriores ao surgimento do computador e celular, a quantidade de fotos que tiramos hoje é tanta, que acabamos por não revelá-las mais”, diz Somnia.  

E complementa:

“Estar num ambiente com fotos significa conectar- se com nosso verdadeiro eu. Não com o eu fantasiado das fotos de decorações, mas com nossa própria história. Valorizo as fotos dos clientes exatamente por isso, por ver como se sentem felizes de relembrar pessoas e momentos marcantes ou felizes. E o quadro mostra um cuidado. E diferente do porta-retrato”. 

Sobre dicas para quem deseja decorar com fotos, Somnia explica que embora não haja uma regra rígida, algumas premissas deixam o ambiente mais harmonioso. 

 “A melhor forma de incluir fotos na decoração é escolher temáticas que associem bem com o ambiente onde serão colocadas. Fotos em corredores, por exemplo, podem ter temas muito amplos, mas num quarto ou sala, melhor pensar no ambiente como um todo. Se a temática é paisagem, buscar nas fotos, imagens em locais de viagem que foram importantes para eles. Já em um escritório ou quarto, cabe muito bem fotos de pessoas”, ressalta. 


Somnia ainda diz que separar as fotografias em preto e branco ou coloridas faz com que as fotos conversem entre si. 

“A ideia principal é ouvir o que o cliente gosta, ver o ambiente e compor isso de forma a ficar harmonioso e deixar a pessoa feliz”, completa.

Todos os quadros do projeto foram feitos na Moldura Minuto Galeria Paulista. 

E para você, quais fotografias merecem ser tiradas do celular e transformadas em parte dos ambientes? Inspire-se!


 


Loading...

Carregando...