Decoração unindo a paixão pelo animal de estimação e o esporte, com Maite Maiani

Maite Maiani é formada em Arquitetura e Urbanismo pela FAAP, pós- graduada em Design de Interiores também pela FAAP e Especializada em Design de Móveis pelo Istituto Europeo di Design em Milão e Itália.  Com vasta experiência na área, é especialista em arquitetura moderna/contemporânea e neoclássica.  É ganhadora de prêmios importantes, como o Prêmio de Excelência Profissional, do CREA, em 2005, o Mãos e Mentes que Brilham, em 2010, e o Prêmio de Melhor projeto CASACOR 2011 – KIDS.

Seus projetos são reconhecidamente diferenciados e singulares, além de cuidadosamente trabalhados e lapidados com critérios técnicos apurados e competências e serviços de excelência de sua equipe.

Neste projeto da arquiteta Maite Maiani, a decoração de uma cobertura duplex de 400m², onde reside um jovem empresário solteiro e bem sucedido, deveria conter aspectos que lembrassem as duas paixões do dono do imóvel:  sua cadela Vogue e os esportes.

Por isso a bulldog francesa, xodó do jovem, ganhou destaque na casa. O afeto pela cadelinha é tanto que foram confeccionadas almofadas com retratos do cãozinho, escultura e até um quadro feito sob encomenda pelo renomado artista plástico brasileiro Gustavo Rosa. 

Os esportes, outra paixão do empresário, principalmente o tênis, também estão presentes na decoração.  Fã e amigo de Roger Federer, tenista suíço e ex-número um do mundo, o cliente de Maite é dono de uma vasta coleção de peças do arquivo pessoal de Federer, que inclui camisas, raquetes, tênis e bolinhas autografadas. Os itens ganharam status de obras de arte, ao serem expostos nas paredes da casa. 

Para contrastar com o colorido dos quadros de Gustavo Rosa, Maite priorizou um estilo arquitetônico neutro e sóbrio, utilizando madeira e piso de mármore traventino, fazendo com que as peças se sobressaiam.

 “As poucas cores que utilizei nesse projeto estão no Home, pois o quadro que Gustavo Rosa pintou da cadela Vogue é vermelho, então utilizei o mesmo tom nas cortinas e no sofá do terraço”, explica Maite.

Na área externa, de 22m², foi feita uma solução inusitada. Onde antes havia uma grande piscina, foi feito uma jacuzzi e o deck, já que, por morar sozinho, o proprietário achou que não havia necessidade de manter a piscina. Assim, a arquiteta valorizou o espaço, construindo um degrau, destacando o ambiente.

  Há ainda uma ampla área livre onde foi feito um belo jardim vertical, que demandou muito trabalho e criatividade. Segundo Maite, todas as plantas morriam devido ao forte calor e as condições climáticas do local. Depois de muito estudo, a arquiteta posicionou o jardim em um lugar onde o sol e a chuva não atrapalhariam o crescimento e a manutenção das plantas.

Pensando na cadela Vogue, que circula livremente pelos 400m² do duplex, foram utilizados pisos de madeira lixada no andar dos cômodos, para que não haja o risco de as unhas da cadela arranharem o chão.

                O resultado do projeto é um apartamento refinado, personalizado, atraente e inspirador! 


Loading...

Carregando...