Moldura Minuto adere ao projeto Trabalho Novo e emprega seis moradores de rua

Lançado no começo de 2017, pelo prefeito João Dória, o projeto Trabalho Novo tem como principal objetivo empregar até o final do ano cerca de 20 mil pessoas que estão em condição de rua, inserindo-os novamente no mercado de trabalho e, consequentemente, melhorando as condições de vida desta parcela da população.


Ciente do projeto e visando contribuir para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária, a Moldura Minuto, aderiu ao programa e abriu 6 vagas de moldureiros destinadas a moradores de rua. A seleção será feita em parceria com a fundação associada à prefeitura, que seleciona os candidatos de acordo com as características básicas para o cargo preterido e os envia para a entrevista junto ao RH da Moldura Minuto.


As vagas serão distribuídas entre as unidades próprias e franqueadas da rede e a contratação será permanente, no regime CLT. As inscrições para as vagas podem ser feitas através da ONG Rede Cidadã.


O comprometimento social e a busca por uma sociedade com mais oportunidades para todos é o que motivou Antonio Viégas, CEO da Moldura Minuto, a incluir a rede no Trabalho Novo. “Enxerguei no projeto uma maneira de ajudar àqueles que muitas vezes são esquecidos pela sociedade. Além disso, é uma oportunidade de conquistar bons funcionários para a MM e fazer com que a marca cresça cada vez mais”, diz.


Iniciativas como esta fazem com que, além do reconhecimento no mercado como líder em seu segmento, a rede Moldura Minuto se destaque também no âmbito social, contribuindo ativamente para o desenvolvimento de uma sociedade melhor para todos.



Loading...

Carregando...